Micro Contos de Terror

Demorei para conseguir dormir naquele sítio no meio da mata.

Nas paredes, os retratos de gente deformada e decrépita pareciam me vigiar.

Eu nunca mais consegui dormir no sítio no meio da mata.

Pela manhã, vi que não havia nenhum retrato, apenas janelas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s