Christopher Lee e sua incrível vida

O ator inglês Christopher Lee ficou famoso, principalmente, por seus papéis como Drácula, Saruman, em O senhor dos anéis, e o Conde Dooku, da mais recente trilogia Star Wars. Mas, do alto do seu 1,93 de altura e 93 anos de idade, Christopher fez mais, muito mais. Inacreditavelmente mais. Confira aqui alguns dos pontos mais curiosos da incrível biografia do ator.

1 – Christopher Lee, o soldado, o agente espião, o cavaleiro

Christopher Lee era um jovem adulto quando a Segunda Guerra Mundial estourou. Como muitos da sua geração, ele foi convocado e lutou contra os nazistas. Em pouco tempo, passou a fazer parte do Ministry of Ungentlemanly Warfare, uma unidade de elite das forças especiais inglesas. Suas missões são classificadas como secretas até hoje em dia. Ian Flamming, o criador de James Bond, sugeriu que Lee ganhasse o papel principal na primeira adaptação para o cinema, uma vez que o ator era basicamente “um James Bond da vida real”. Contudo, ele acabou dando vida a um dos vilões no filme 007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro. Seja lá quais foram suas aventuras secretas durante a guerra, Lee ganhou o título de cavaleiro da coroa britânica e passou a ser chamado Sir Christopher Lee. Uma honraria para poucos.

2 – Christopher Lee, o cantor de ópera. E de heavy metal!

Na juventude, o ator foi convidado por um dos maiores tenores da época, Jussi Bjorling, para fazer parte de sua companhia de ópera. Já no final da vida, ele gravou discos com a banda metaleira  Rhapsody of Fire.

3 – Christopher Lee, o Sherlock Holmes. E Mycroft Holmes.

Não contente em viver o irmão do detetive mais famoso do mundo em em The Private Life of Sherlock Holmes,  Lee também viveu Sherlock em pessoa no longa Sherlock Holmes and the Deadly Necklace. E também foi Henry Baskerville, em O cão dos Baskervilles, uma das clássicas aventuras do detetive de Arthur Conan Doyle.

4 – Christopher Lee, o Forrest Gump da vida real.

Em 1920, ainda apenas um garoto, Lee conheceu o Príncipe Yusupov e o Gran-duque Dmitri Pavlovich, os assassinos do monge russo Rasputin (papel que ele viveria em 1966, no filme Rasputin the Mad Monk). Aos 17 anos, Christopher presenciou a morte de Eugen Weidmann em Paris, a última pessoa a ser guilhotinada em praça pública na França.

Ele também foi o único membro do elenco de O senhor dos anéis a conhecer Tolkien em pessoa, quando o encontrou por acaso em um bar. Reza a lenda que, naquela mesa de bar, Tolkien deu sua benção para que Lee vivesse o papel de Gandalf numa enventual adaptação da obra para os cinemas. Quase.

5 – Christopher fala mais línguas que a Siri do seu iPhone.

Sir Lee era fluente em inglês, italiano, francês, alemão e espanhol. “Moderadamente fluente” em russo e grego. E “arranhava” o mandarim. E você, já fez seu homework hoje?

6 – Christopher, o recordista mundial.

Em 2007, o livro Guinness conferiu ao ator o título de maior número de créditos cinematográficos, com 244 aparições em filmes naquele ponto de sua carreira. De lá até sua morte, ele participou em mais 14 e o 15º ainda será lançado no final de 2015. Christopher não é só um grande ator. Segundo o livros dos recordes, ele foi o maior ator do mundo, com 1,93 metro, e também mantém o recorde de número de filmes com luta de espadas: 17. Eu mencionei que ele também era um esportista premiado em esgrima?

Que outro ator ou autor tem uma história tão emocionante quanto a de seus personagens? Deixe sua opinião e participe da conversa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s