Cinco livros para entender Stephen King

Em um encontro recente, Stephen King e o autor de Game of Thrones George R. R. Martin contaram detalhes da sua carreira e de suas criações. Em um determinado momento, Martin virou-se para seu companheiro de plenária e perguntou: “como diabos você consegue escrever tão rápido?”

A plateia riu, mas a pergunta faz sentido. O escritor americano Stephen Edwin King  já vendeu mais de 350 milhões de cópias com publicações em mais de 40 países. Diversas obras foram adaptadas para o cinema, entre elas Conta comigo, Um sonho de Liberdade, Eclipse total, Lembranças de um Verão, À Espera de um Milagre, isso sem mencionar sua especialidade, que é a literatura de terror. Na lista de autores, é o nono mais traduzido do mundo. Qual é o segredo de tanta produtividade? E por que a fascinação por histórias macabras? Reunimos alguns livros que podem ajudar você (e George R. R. Martin) a entender um pouco melhor o processo criativo (e produtivo) do rei do horror.

 

Dança Macabra, de Stephen King

Prepare-se… o mestre do horror irá guiá-lo por uma jornada pelas mais variadas formas do medo. Em Dança macabra, obra de referência sobre o gênero que o consagrou mundialmente, Stephen King irá revelar o fascínio causado pelo terror no cinema e na literatura, sem deixar de fora os quadrinhos, a televisão e o rádio. Qual foi o primeiro filme de terror a que você assistiu? Você se lembra daquele filme que o deixou com os olhos arregalados, no escuro do seu quarto, sem conseguir dormir? Que livros fizeram você sentir um frio na espinha e pular de susto ao menor ruído?

Em Dança macabra, Stephen King revela como o fenômeno do horror foi explorado pelo cinema, pela literatura, pela tevê e pelas demais mídias ao longo de diferentes épocas. Da literatura gótica de Mary Shelley até o horror explícito de H. P. Lovecraft. Do terror psicológico de O bebê de Rosemary até o banho de sangue de O massacre da serra elétrica. Mas este livro vai além. Também é um emocionado tributo a todos aqueles que um dia se dedicaram à arte de apavorar plateias e leitores. Um presente aos fãs desta que é uma das mais malditas formas de entretenimento. Seja especulando sobre as origens dos medos de infância, racionalizando a sedução do grotesco ou refletindo sobre as adaptações de suas próprias obras para o cinema, esta é a última palavra em horror do autor que reinventou o gênero.

Stephen King – Coração Assombrado – a biografia

A biografia de um dos autores mais populares no mundo contemporâneo. Stephen King tornou-se parte da história da cultura pop, com mais de 300 milhões de livros vendidos e mais de 50 prêmios por suas obras. Seus romances best-sellers têm capturado a imaginação de milhões de leitores mundo afora. Mas quem é o homem por trás dessas histórias de horror e tristeza e do sobrenatural? De onde nascem suas ideias? E o que o leva a continuar a escrever em um ritmo alucinante, após uma carreira de quase quatro décadas?

Lisa Rogak nos conduz ao universo peculiar de Stephen King. Sua infância, seus medos, sua determinação, o primeiro contato com a escrita, as agruras da adolescência, as dificuldades de um ícone e o lado do pai de família, o músico, o fã de beisebol e o amigo generoso. Apesar de seu trabalho escuro, perturbador mas de extrema força emocional, King tornou-se reverenciado por críticos e seus milhões de fãs mundo afora como uma voz de todos os americanos mais parecido com Mark Twain e HP Lovecraft. Stephen King – A Biografia – Coração Assombrado narra sua história, revelando o caráter de um homem que criou algumas das mais memoráveis – e assustadoras – histórias da literatura contemporânea.

 

Dissecando Stephen King, de Tim Underwood e Chuck Miller

Reúne as principais entrevistas concedidas pelo mestre do terror, o autor de “Carrie”, a jornais e revistas, contando sobre sua infançia, sua fascinaçnao pelo medo e a paixão pelo rock and roll. Com organização de Tim Underwood e Chuck Miller.

 

Sobra a escrita, de Stephen King

O livro também não deixa de lado as memórias e experiências do mestre do terror – desde a infância até o batalhado início da carreira literária, o alcoolismo, o acidente quase fatal em 1999 e como a vontade de escrever e de viver ajudou em sua recuperação.

 

O Essencial de Stephen King, de Stephen J. Spignesi

Partindo do corpo de trabalho de Stephen King, contando com mais de 550 criações individuais, Stephen Spignesi estabelece uma classificação dos 101 trabalhos mais importantes do escritor de horror mais popular e vendido do mundo; uma lista monumental que inclui romances, novelas, contos, poemas, roteiros para cinema, livros de não-ficção e ensaios, trabalhos que não foram publicados e muito mais.

 

Anúncios

5 comentários sobre “Cinco livros para entender Stephen King

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s