Livros que ninguém entendeu. Nem seu professor.

Quase todo clássico acaba ganhando interpretações ridículas. Algumas pessoas tem teorias malucas sobre Harry Potter como uma alegoria para um amor gay e Senhor dos Anéis como uma alegoria para a Segunda Guerra Mundial e a bomba atômica. Mas alguns desses equívocos acabam colando. Na verdade, alguns acabam sendo ensinados nas escolas. Confira.   Fahrenheit 451, de Ray Bradbury Considerado o maior manifesto contra a … Continuar lendo Livros que ninguém entendeu. Nem seu professor.

Pesquisador revela os padrões da boa escrita em livros clássicos

Na maioria dos cursos de Letras, é possível achar alunos dissecando obras literárias: monólogos de Shakespeare, fluxos de consciência de Joyce e as frases curtas de Hemingway. Sem dúvida, há muito o que se aprender através deste tipo de análise. Mas o pesquisador Ben Blatt propõe uma nova técnica de análise. Focando em certas frases e parágrafos, ele afirma em seu novo livro, Nabokov’s Favorite … Continuar lendo Pesquisador revela os padrões da boa escrita em livros clássicos